sábado, dezembro 31

Trabalhos Desenvolvidos - Release de Leandro Maia



      Cantor, violonista e compositor. Mestre em Letras - Pós Graduação em Literaturas Brasileira, Portuguesa e Luso-Africanas, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com a dissertação Quereres de Caetano: da canção à Canção, 2007. 
Especialista em Letras - Práxis da Criação Textual, no Centro Universitário Ritter dos Reis, com a monografia A palavra-canto é uma ponte, 2004. 
Licenciado em Música, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com o trabalho de conclusão O professor de música no trânsito entre dois mundos, 2002. Prêmio Açorianos – Revelação e Troféu Cultura RBS pelo Cd-Livro “Palavreio”. 
......


      Atuou como violonista, cantor, arranjador e compositor do quinteto de música popular de câmara “Café Acústico” (1998 a 2001), com o qual recebeu dois prêmios Açorianos de Música, na categoria Melhor Grupo de MPB (1999 e 2000) e venceu a segunda edição do Festival de Música de Porto Alegre (1999). No teatro, trabalhou como Diretor Musical do espetáculo “Ópera dos Mendigos” do núcleo de formação de atores do Depósito de Teatro (2007) e atuou como cantor no espetáculo “Antígona”, dirigido por Luciano Alabarse (2004) com música de Arthur de Faria.


Assinou a trilha sonora e a direção musical do espetáculo “Penélope Bloom”, uma produção Brasil-Costa Rica baseada na obra “Ulisses” de James Joyce, dirigida pelo costarriquenho Gerardo Bejarano. Esta obra foi contemplada com o Prêmio Myriam Muniz Funarte/Petrobrás.




Em 2005 foi representante do RS na Câmara Setorial de Música, eixo Formação, participando ativamente do movimento pela inclusão da Música nas escolas. http://www.cultura.gov.br/cnpc/wp-content/uploads/2009/03/relatorio-inaugural-musica.pdf

Atuou entre 2006 e 2009 como professor de música na Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, onde idealizou e coordenou o projeto “Som da Cidade”, o grupo “Tamborilando – tambores em rede” e os “Centros Musicais” junto à Secretaria Municipal de Educação e à EMEF Neusa Goulart Brizola, atuando no estabelecimento de um currículo plural de ensino de música. Em 2009 atuou como professor do Departamento de Música e Teatro da Universidade Estadual de Londrina – PR, junto a área de Metodologia e Prática de Ensino e coordenou o projeto de extensão: Identidade e Culturas Juvenis: agregando escola e comunidade na busca da transformação social.


Também atua como arranjador e compositor para composições corais, com ênfase em coros juvenis, tendo participado de coletâneas como Música Brasileira para Coro Juvenil (Funarte, 2010), além de ter arranjos selecionados para o Festival Internacional de Coros de Belo Horizonte. Suas obras são cantadas por coros juvenis de todo o Brasil. http://www.funarte.gov.br/funarte/serie-de-coro-juvenil/






Participou de diversos discos como cantor, violonista e arranjador em trabalhos de Marcelo Delacroix (Depois do Raio, 2005), Arthur de Faria (Antígona, 2004), Alexandre Vieira (Chacarera Blues, 2005), Zé da Terreira (Quem tem boca é pra cantar, 2001), Karine Cunha (Fluida, 2005), Café Acústico (Café Acústico, 2000), Orquestra de Flautas Villa-Lobos (Olhos Coloridos, 2008), III Fórum Social Mundial (Um outro mundo é possível, 2003), II Festival de Música de Porto Alegre (II Festival de Música de Porto Alegre, 1999).

Lançou “Palavreio”, seu Cd-livro de estréia, considerado um dos dez melhores discos brasileiros de 2008 (Jornal Zero Hora, 16/12/2008 e ABC Domingo, 28/12/2008), vencedor do Troféu Açorianos de Música, categoria Relevação e Troféu RBS Cultura, Menção Honrosa.



Em 2009 ingressou na carreira de professor universitário e tornou-se pai, sempre mantendo intensa atividade artística. Relançou “Palavreio” com patrocínio da CEEE, com turnê pelo SESC-RS e participou do conceituado projeto Unimúsica ao lado de nomes como Lenine, Arnaldo Antunes, Kassin e Kristoff Silva.

Em 2010 participou como convidado especial de Ivan Lins na ocasião do lançamento do Cd “Perfil”, no Theatro Guarany, em Pelotas e Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre. 



Também neste ano torna-se parceiro de André Mehmari e forma o trio “Nó de Pinho”, com os premiados músicos Paulo Gaiger e Thiago Colombo de Freitas, enfatizando a música gaúcha como base para sua produção.



Em 2011 participou das gravações do recém lançado CD Canteiro, de André Mehmari, com quem gravou as canções “Luzidia”, “Valsa Russa” e “Sal Saudade”.



CANTEIRO - André Mehmari - EPK from André Mehmari on Vimeo.

Suas composições “Suíte Maria Bonita”, “Bolero da Procura” e “Sobressalto de Ismália”, ainda inéditas estarão no próximo disco de Leandro Maia intitulado “Suíte Maria Bonita e Outras Veredas”, em fase de pré-produção.



Também neste ano compôs e gravou a trilha do filme “O Mar do Poeta” (Alan Mendonça), ao lado de Pedrinho Figueiredo.



Em 2012 realizará shows junto ao projeto “Gauchada Sul Gêneris”, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro ao lado de nomes como Renato Borghetti, Marcelo Delacroix e Gisele de Santi e tem apresentações previstas no Teatro Nacional da Costa Rica, ao lado do cantautor Dionísio Cabal. Também participa do CD do fagotista Fábio Mentz, em fase de finalização.


Neste ano pretende lançar seu primeiro disco infantil, intitulado “Mandinho”, com ilustrações de André Macedo.  Ainda em 2012 deve iniciar as gravações de seu segundo Cd autoral, “Suíte Maria Bonita e Outras Veredas”, onde aprofunda o conceito de “Canção de Câmara Brasileira”, aprofundando a interface entre as tradições erudita e popular.

Leandro Maia vive na cidade de Pelotas/RS onde se dedica ao trabalho artístico, à produção cultural e à docência junto à Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

Prêmios e títulos
2009
Prêmio Açorianos de Música 2008 - Revelação, Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre.
2009
Menção Honrosa – Troféu RBS Cultura.
2007
Troféu Destaque do Mês - Programa Lugar de Criança é na Família e na Escola, Prefeitura Municipal de Porto Alegre.
2000
Prêmio Açorianos de Música – Melhor Grupo MPB, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.
1999
Prêmio Açorianos de Música – Melhor Grupo MPB. Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.
1999
Premiação UFRGS 65 anos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
1999
II Festival de Música de Porto Alegre, Secretaria Municipal da Cultura (SMC).




Sobre Palavreio


“Um dos 10 melhores discos brasileiros de 2008. Leandro Maia estreou unindo letra e música com maestria em Palavreio”
(Jornal Zero Hora, Segundo Caderno, Retrospectiva 2008: Os melhores discos, 16/12/2008)
“Revela-se um compositor preparado. O disco é aberto, tem os pés no Rio Grande, anda pelo Brasil e pelo mundo. Milongas convivem com sambas e zambas, há valsa, há rock, sem falar nas familiaridades eruditas. Há grande música e há naturalidade. A letras dimensionam os ritmos e acentuam o diferencial de Leandro como meticuloso arquiteto da canção. Camões, Simões Lopes Neto, Villa-Lobos, Drummond, Beatles e outros próceres passeiam à vontade pelo trabalho. Leandro Maia chega para ficar.”
(Juarez Fonseca, Revista Aplauso, janeiro de 2009)
 “Compositor deste nosso tempo, ele sabe que está lidando com uma forma com história intensa, densa; sabe e promove em seu disco uma repassada por vários gêneros e estilos, sempre aliando invenção musical com invenção poética. Por isso, o CD tem um encarte que é um pequeno livro, que não se limita a trazer as letras cantadas; também por isso o CD, que se deixa ouvir como se fosse mero pano de fundo musical, proporciona outra escuta, atenta, focada, como se exige de um livro ou de um concerto; por isso, enfim, é um CD precioso, que dá e comenta música e poesia, a canção.”
(Luís Augusto Fisher, Zero Hora, 23/12/2008)
 "O trabalho de composição, arranjos, interpretação, enfim, o conjunto de idéias que ele apresenta em Palavreio, seu primeiro disco, é que configuram uma verdadeira revelação. Revelam algo que não conhecíamos, surpreendem com uma qualidade, uma energia, um frescor, e ao mesmo tempo uma maturidade que desde já posicionam Leandro entre os músicos gaúchos de exceção. (...) A arquitetura musical de Leandro Maia é a grande novidade de 2008."
(Juarez Fonseca, Jornal ABC, 30/11/2008).
 "Um dos melhores letristas da nova geração musical de Porto Alegre."
(Daniel Soares, Correio do Povo, 17/10/2008).
 "Palavreio reúne canções bem acabadas que tratam a melodia e a letra com clareza e cortesia."
(Mônica Kanitz, Jornal do Comércio, 17/10/2008).
 "Leandro Maia é um artista de letra e melodia (...). Tudo isso aparece em Palavreio, um disco em que a diversidade musical e virtude poética estão intimamente ligados."
(Luís Bissigo, Zero Hora, 14/10/2008).



 ............................................................................................................. 




“Nessa vida onde sobram sertões
Ainda quero uma vista pro mar
E essa língua de luso-ilusões
Navegar.”


Canais

Orkut: Leandro Maia Palavreio
Comunidade/Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?rl=cpn&cmm=101452717


domingo, novembro 20

Matéria no Estadão sobre Canteiro

Mehmari em letra e canto

Pela primeira vez, André Mehmari lança CD duplo inteiramente dedicado à canção

20 de novembro de 2011 | 7h 00

Lucas Nobile - O Estado de S.Paulo
Hermeto Pascoal diz que "um instrumentista não pode ser instrumento de seu próprio instrumento". André Mehmari é um dos maiores sabedores disso em sua geração. As 88 teclas do piano nunca o limitaram e ele sempre as usou a serviço da emoção e da originalidade. Consagrado no campo da música instrumental, aos 34 anos, ele lança o disco duplo Canteiro, um trabalho autoral dedicado à canção.
Além do piano. Compositor toca violão, viola, violino, acordeom, charango e contrabaixo - Zeca Wittner/AE
Zeca Wittner/AE
Além do piano. Compositor toca violão, viola, violino, acordeom, charango e contrabaixo
Mehmari, que sempre compartilhou alumbramentos por meio de melodias e harmonias, tem, enfim, temas revestidos de versos e vozes. O que já fora revelado de modo mais tímido - em Eternamente (parceria com Rita Altério) e O Voo da Bailarina (com Cristina Saraiva), no disco Piano e Voz (2005), de Mehmari e Ná Ozzetti -, aparece agora inteiramente com o compositor criando músicas que receberam letras e canto de parceiros e intérpretes, respectivamente.

"Eu venho compondo há um longo tempo. Esse lado de cancionista se intensificou nos últimos três, quatro anos. A canção sempre esteve amalgamada à minha produção instrumental. Eu já naveguei muito neste universo e quero investir nesse cancioneiro, que é a grande riqueza do País. Penso em uma continuidade, um Canteiro II", diz Mehmari.

Nas 30 faixas do disco, ele conta com parceiros, intérpretes e instrumentistas com estilos bem diferentes entre si, passando por diversos gêneros musicais, como bossa nova, valsa, frevo, fado, baião, entre outros.
No álbum, Mehmari assina parcerias com Carlos Fernando (À Beira da Canção e Insisto), Tiago Torres da Silva (Apenas o Mar e Meia Lágrima), Sérgio Santos (Baião de Reza, Última Valsa e Vento Bom), Bernardo Maranhão (O Cântico dos Quânticos, Cruce, Desalvorada, Amor da Terra, Pra Amada Imortal e Festa dos Pássaros), Silvio Mansani (Clara e Florbela), Makely Ka (Guardar), Rita Altério (Ida e Volta), Simone Guimarães (Ninguém Compreende), Luiz Tatit (Brilha o Carnaval, Tentar Dormir e Modular Paixões), Arthur Nestrovski (Viagem de Verão), Leandro Maia (Valsa Russa, Sal Saudade e Luzidia).

Além das tabelinhas - em 80% das vezes tendo a música como ponto de partida, ganhando versos depois -, Mehmari também se revela completo, compondo sozinho em Velha Inquietude.

O disco não nega a tradição europeia, mas é essencialmente brasileiro. Com uma estética bem definida, Canteiro tem a maioria de suas faixas imagéticas e cinematográficas, literalmente bem amarradas por um fio condutor. Literalmente, porque Mehmari liga algumas músicas por um som proposital conseguido pela região mais aguda do acordeom.

Outro ponto interessante em Canteiro é o fato de Mehmari tocar diversos instrumentos em várias faixas do disco. Não que o piano tenha ficado pequeno para ele. Trata-se de uma opção, com o compositor gravando em alguns momentos violão, flauta, acordeom, rhodes, viola, violino, contrabaixo e fazendo também programações de bateria.

Além, obviamente, de assinar os arranjos, Mehmari é responsável pela gravação, mixagem e masterização do disco, graças às facilidades de ter um ótimo estúdio montado em casa.

"Eu quis buscar a simplicidade e deixar a canção falar mais alto. Por isso a escolha de tocar instrumentos nos quais eu não tenho a mesma facilidade que tenho no piano. Se este disco fosse gravado por uma orquestra profissional, teria outro som. Comigo tocando vários instrumentos, com o meu jeito 'errado' de tocar, como em Valsa Russa, a gente tem o som como se fosse de uma orquestrinha idiossincrática", comenta Mehmari.

Canteiro também conta com instrumentistas de grande respeito, como Sérgio Reze, Neymar Dias, Teco Cardoso, Hamilton de Holanda, Luca Raelle, Chico Pinheiro, além de participação estupenda da Orquestra à Base de Sopro de Curitiba, no frevo Brilha o Carnaval, no qual Mehmari "quis dar enfoque à sua caneta de arranjador".

No disco, alguns dos compositores cantam seus próprios temas, como Sérgio Santos, Silvio Mansani, Simone Guimarães, Leandro Maia e Luiz Tatit. Canteiro tem ainda gravações de intérpretes de peso, como Mônica Salmaso (Apenas o Mar e Modular Paixões), Ná Ozzetti (Festa dos Pássaros), Jussara Silveira (Viagem de Verão), o argentino Carlos Aguirre (Cruce) e o português Antonio Zambujo (Meia Lágrima).
Outra novidade do álbum é Mehmari cantando. Ele, que já havia dado demonstrações de sua voz, assume o papel de intérprete em oito faixas do CD. Com o ano terminando, Canteiro deve chegar aos palcos apenas em 2012, tendo como benefício a possibilidade de ser apresentado em diversas formações.

André Mehmari - CANTEIRO CD 2 (trechos/samples)

André Mehmari - CANTEIRO CD 2 (trechos/samples)

André Mehmari - CANTEIRO CD 2 (trechos/samples) by André Mehmari

quarta-feira, outubro 12

Participação no CD "Canteiro", de André Mehmari

Um orgulho enorme participar deste trabalho.

Temos três parcerias gravadas neste grande disco, músicas do André Mehmari com letras minhas:

- Sal, Saudade (Mehmari/Maia) - Homenagem a Dorival Caymmi. Leandro Maia (violão), André Mehmari (voz)
- Luzidia - Leandro Maia (violão e voz), André Mehmari (piano), Neymar Dias (contrabaixo).
- Valsa Russa - Leandro Maia (voz), André Mehmari (piano, violinos, viola, flauta, flautim, percussão, celesta, e mais um monte de coisas....) Confiram no Vídeo!!!







É possível baixar as letras e partituras no site do André Mehmari: www.andremehmari.com.br

http://www.andremehmari.com.br/new/paginas/frameset%20novidades.html




Letras em http://www.andremehmari.com.br/new/IMAGENS/canteiro%20especial/Mehmari_Canteiro_Letras.pdf

quarta-feira, junho 22

POÉTICA DA CANÇÃO - DIA 29 DE JUNHO - 19:30 - no Conservatório de Música da UFPEL

Leandro Maia ministra palestra sobre composição e análise de canções: A ação integra o projeto Palavreio, financiado pelo Procultura


Com o título “POÉTICA DA CANÇÃO BRASILEIRA”, Leandro Maia aborda a canção popular brasileira por dentro, analisando as relações existentes entre letra e música a partir de sua vivência como compositor e educador.

Tendo como base o trabalho “Quereres de Caetano: da canção à Canção”, defendido como dissertação de Mestrado em Literatura na UFRGS, Leandro Maia comenta gestos composicionais de adequação entre melodia e texto, apontando características da linguagem da canção, procedimentos de análise e fundamentos para a interpretação musical.

Público alvo: cantores, compositores, letristas, poetas, jornalistas, estudantes, educadores e interessados.




Sobre Leandro Maia

Cantor, violonista e compositor. Mestre em Letras - Pós Graduação em Literaturas Brasileira, Portuguesa e Luso-Africanas, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com a dissertação Quereres de Caetano: da canção à Canção, 2007. Especialista em Letras - Práxis da Criação Textual, no Centro Universitário Ritter dos Reis, com a monografia A palavra-canto é uma ponte, 2004. Licenciado em Música, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com o trabalho de conclusão O professor de música no trânsito entre dois mundos, 2002. Prêmio Açorianos – Revelação e Troféu RBS Cultura pelo Cd-Livro “Palavreio”. Vem realizando palestras e conferências no Brasil e no exterior sobre o tema ‘Poética da Canção’, palestra-show que já foi apresentada em diversos eventos e universidades do exterior, junto ao Foro Latinoamericano de Educación Musical (FLADEM) e Associação Brasileira de Educação Musical (ABEM).
Também atua como regente, arranjador e compositor para formações corais, com ênfase em coros juvenis, tendo participado de coletâneas como Música Brasileira para Coro Juvenil (Funarte, 2010), além de ter arranjos selecionados para o Festival Internacional de Coros de Belo Horizonte. Seus trabalhos são cantados por grupos vocais de todo o Brasil.
Lançou “Palavreio”, seu Cd-livro de estréia, considerado um dos dez melhores discos brasileiros de 2008 (Jornal Zero Hora, 16/12/2008 e ABC Domingo, 28/12/2008), vencedor do Troféu Açorianos de Música, categoria Relevação e Troféu RBS Cultura, Menção Honrosa.
Reside em Pelotas, Rio Grande do Sul, onde se dedica ao trabalho artístico, à produção cultural e à docência junto à Universidade Federal de Pelotas, no curso de Licenciatura em Pedagogia a Distância.







Fotos: Unimúsica-UFRGS-2009 - Série Cancionistas

quinta-feira, junho 16

terça-feira, maio 17

Parceria entre Leandro Maia e o jornal Diário Popular promove venda do CD Palavreio

“Comprando uma edição do jornal mais R$ 14,90, a pessoa pode adquirir o CD Palavreio”


O show que acontecerá em Pelotas no dia 20 de maio, às 21h, será transmitido, ao vivo, pela internet, pelo blog www.palavreio.blogspot.com


Assista ao vídeo de divulgação do show:
http://youtu.be/R9eqxRaVIKM


Tamanho da fonte
Pontos de venda do CD:


PELOTAS
Abastecedora Avenida
Banca Voluntários
Revistaria Bandeira
Revistaria Duque Canteiro
Revistaria Big Bem
Revistaria Ler e Lazer
Revistaria Águia Branca
Revistaria Kiosco
Zé Colmeia

ARROIO GRANDE
Banca da Praça

BAGÉ
Banca Pravoceler
Livraria Leb
Revistaria Central

CANGUÇU
Posto de Conveniência Fita Azul

HERVAL
Livraria Foto Gilson

JAGUARÃO
Cigarraria Tulipa
Cigarraria Prietsch
Tabacaria 27

PINHEIRO MACHADO
Loja Fox Vídeo

PEDRO OSÓRIO
Loja Giro Rápido
Loja Conveniência Bento Gonçalves

PIRATINI
Cigarraria Valerio

RIO GRANDE
Saúde Vital
Estação Rodoviária
Banca do Canalete
Abrigolândia

SANTA VITÓRIA DO PALMAR
Supermercado Langoni
Shopping Milano

SANTANA DA BOA VISTA
Loja de Variedade

SÃO LOURENÇO DO SUL
Super lampes
Loja Diário

segunda-feira, maio 16

Leandro Maia e Diário Popular fecham parceria

Em um mundo digitalizado e movido pela tecnologia, gravar um CD não é mais um bicho-de-sete-cabeças. O grande desafio dos músicos, principalmente independentes, passou a ser outro: baratear o custo do produto e disponibilizá-lo ao consumidor. A fim de achar uma solução para esses empecilhos, que acabam impedindo a proliferação de novos talentos, o cantor Leandro Maia firmou parceria com o Diário Popular, resolvendo o problema de custo e acessibilidade do CD-livro Palavreio, onde quem ganha é o leitor do jornal.

Até o dia 20 de maio ou enquanto durarem os estoques, assinantes com pagamento em dia podem adquirir o disco a R$ 9,90. A venda acontece direto no Departamento de Assinaturas da empresa, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 18h, na rua 15 de Novembro, 718. Só será permitida a aquisição de um disco por assinante ativo.




Link para a matéria no DiárioPopular de Pelotas:



domingo, maio 15

Leandro Maia faz seu "Palavreio" em Pelotas



Cantor e compositor Leandro Maia lança o premiado Cd-livro “Palavreio” com show no Theatro Guarany. O evento tem entrada franca, é financiado pelo Procultura/SECULT e será transmitido ao vivo pela internet (pelo twitter: siga @leandro_maia)

Considerado um dos dez melhores discos brasileiros de 2008 pela imprensa da capital, Palavreio é um cd grávido de um livro e apresenta canção impregnada de literatura. A obra caracteriza-se como um tratado autoral em três partes sobre canção brasileira: Palavra de Papel (poemas), Palavra Dita (poemas recitados) e Canção, onde realiza o percurso da palavra falada à palavra cantada. Palavreio tem a produção musical de Pedrinho Figueiredo, integrante do quarteto de Renato Borghetti há 20 anos, e ilustrações de Jorge Herrmann, músico e artista plástico de prestígio na capital gaúcha. O disco conta com diversas participações especiais, como Hique Gomez (Tangos e Tragédias), Luciano Maia (Quartcheto) e Ernesto Fagundes (Os Fagundes), além de trazer a sonoridade de mais de 20 músicos do primeiro time do cenário gaúcho.

Dialogando com poetas, escritores e compositores como Luís de Camões, João Simões Lopes Neto, Manuel Bandeira, Mário Quintana, João Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Noel Rosa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Vitor Ramil, entre outros, Leandro Maia depura o conceito de antropofagia e tropicalismo, misturando formas eruditas e populares. Em suas canções aparecem citações de Villa-Lobos, Lennon e Mcartney, Richard Wagner, J.S. Bach, Kurt Cobain, além de literatura de cordel, haikai e poesia concreta. Esta pluralidade de manifestações culturais - que ocorre de forma orgânica e bem articulada - condiz com o próprio fenômeno da canção brasileira: híbrida e bela, mestiça e única, sofisticada e simples. Este trabalho também rendeu a Leandro Maia o Prêmio Açorianos de Música na categoria Revelação.

O público pelotense, que teve a oportunidade de conhecer Leandro Maia como convidado especial de Ivan Lins em novembro passado, agora tem a chance de conferir o trabalho compositor gaúcho na íntegra e com entrada franca, além da participação especialíssima do acordeonista pelotense Luciano Maia.

A banda é formada por grandes nomes da música gaúcha: Leandro Maia (voz e violão), Pedrinho Figueiredo (Flauta, Sax e direção musical), Michel Dorfman (piano e teclado), Miguel Tejera (Baixo), Mimmo Ferreira (percussão) e Luke Faro (Bateria). Participações especiais de Marcelo Delacroix (voz), Andréa Cavalheiro (voz) e Ângelo Primon (guitarra). Figurinos de Sandra Possani, Chico de los Santos e Heinz Limaverde. Iluminação e Projeções de Fernando Ochôa. Produção Executiva de Alexandre Mattos.

No dia posterior ao show, haverá diversos workshops com os músicos da banda. As atividades são destinadas a músicos, estudantes de música e interessados. Os workshops tem entrada franca com inscrição prévia no Conservatório de Música da UFPEL. Maiores informações sobre as atividades no blog palavreio.blogspot.com.

Serviço:
Show de Lançamento do CD Palavreio de Leandro Maia
20/05/2011 – 21h
Theatro Guarany - Pelotas.
Entrada Franca – Única Apresentação.


IMPRENSA – releases, fotos e entrevistas: palavreio@gmail.com


www.myspace.com/palavreio
www.palavrio.blogspot.com www.youtube.com/palavreiodejavu
www.leandromaia.com.br www.twitter.com/leandro_maia





Workshops
Informações
Conservatório de Música da UFPEL - (53) 3222-2562





Título: Tecniquês para Músicos – Pedrinho Figueiredo
Local: CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DA UFPEL - Auditório
Data: 21 de Maio de 2011
Hora: 11h
120 VAGAS

_Para instrumentistas, cantores, técnicos de som, produtores, estudantes e interessados, ministrada por Pedrinho Figueiredo. Súmula: microfonação e captação de instrumentos musicais; acústica de ambientes de gravação e apresentação; softwares de gravação, edição, mixagem e masterização.




Título: Rudimentos Aplicados aos Ritmos Brasileiros (Bateria) – Luke Faro
Local: CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DA UFPEL – Sala 6
Data: 21 de Maio de 2011
Hora: 9h
20 VAGAS

_Para músicos, estudantes e interessados, ministrada por Luke Faro. Súmula: técnica de bateria; história e contextualização da proposta; introdução ao estudo de rudimentos; aplicação do estudo técnico à performance de ritmos brasileiros; arranjos de percussão e bateria; a percuteria.


Título: Harmonia e Improvisação – Michel Dorfman
Local: CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DA UFPEL – Auditório da UFPEL
Data: 21 de Maio de 2011
Hora: 9h
Auditório ou Sala 1 do anexo: Gal Netto
30 Vagas


_Para instrumentistas, compositores, arranjadores, estudantes e interessados, ministrada por Michel Dorfman e Miguel Tejera. Súmula: harmonia funcional; sobreposição de acordes; harmonização de melodias; escalas e técnicas de improvisação; o piano na música instrumental brasileira.




Título: Preparação Musical de Atores e Bailarinos – Marcelo Delacroix e Andréa Cavalheiro
Local: Tablado (antigo Thol)- Rua Alm. Tamandaré (A confirmar local)
Data: 21 de Maio de 2011
Hora: 10h
Importante: Levar um instrumento musical ou objeto sonoro (latas, panelas, etc...)


_Para atores, bailarinos, diretores teatrais, coreógrafos e interessados, ministrada por Marcelo Delacroix e Andréa Cavalheiro. Técnica vocal, percepção musical. Relação entre ambiente sonoro e espaço cênico. Princípios para criação de trilha sonora e realização musical ao vivo.


Título: Produção Musical de Discos e Trilhas – Ângelo Primon
Local: Conservatório de Música da UFPEL – Anexo – Sala 1
Data: 21 de Maio
Hora: 9h


_Princípios basilares para a produção musical em estúdio para a gravação de CDs e filmes. Ministrada por Ângelo Primon e Glauco Minossi. Criação musical. Produção. Constituição da narrativa sonora do filme. Exemplos de curta-metragens gaúchos.


Título: Percussão e Projetos Sociais - Mimmo Ferreira
Local: Auditório do IAD/UFPEL – a confirmar local.
Data: 21 de maio
Hora: 9h
40 vagas


_Destinada a crianças e jovens de projetos sociais e pontos de cultura de Pelotas que desenvolvem atividades musicais em comunidades periféricas. Ministrada por Mimmo Ferreira. Ritmos brasileiros, criação e improvisação de jogos musicais, elementos básicos de técnica e coordenação motora.



sexta-feira, abril 29

Agenda

Fique ligado na agenda dos próximos dias:

3o de abril:
Santa Maria - Estética e Valor Simbólico
Colégio Marista de Santa Maria - 9h
Veja o link:
http://culturaparaoriograndecrescer.blogspot.com/p/programacao.html

Programa de Kleiton Ramil com "Palavreio":
Programa O SUL EM CIMA 11

Ouça:
Rádio Roquette Pinto - sábado das 20 às 21 hs
Rio de Janeiro
http://www.fm94.rj.gov.br

Rádio Alfa FM, aos domingos, das 07h30 as 08h30min
Pelotas/RS -
http://alfafm.ucpel.tche.br/

Rádio Universidade AM, aos domingos, das das 20 as 21hs
Pelotas/RS
http://www.radiouniversidadeam.com.br/content/index.php

Rádio USP
São Paulo/SP
todos os domingos das 15h00 às 16h00
http://www.radio.usp.br/
http://www.radio.usp.br/programa.php?id=96 (página do programa)
OBS: Ficam disponíveis os arquivos com todos os programas transmitidos.

Rádio Cidade Nova FM
Belo Horizonte/MG
todos os domingos das 20h00 às 21h00
http://www.radiocidadenovafm.com.br/


02 de maio :
Seberi - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

03 de maio :
Camargo - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

04 de maio :
Serafina Correa - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

05 de maio :
Constantina - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

10 de maio :
Cachoeira do Sul - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

11 de maio :
Arroio dos Ratos - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

20 de Maio - Show "Palavreio" em Pelotas Theatro Guarany - 21h - Entrada Franca.










21 de Maio :
Pelotas- Workshops Palavreio com Entrada Franca.

26 a 29 de maio - Fórum Paulo Freire
Santa Rosa

30 de de maio :
Panambi - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

31 de maio :
Encantado - Abordagens de Pesquisa em Educação
Polo UAB - 19h

domingo, março 27

Publicação 27 de março

ALDEIA


por Juarez Fonseca




78 minutos de grande música



Antes do show do André Mehmari Trio,quarta-feira próxima no Theatro São Pedro, podemos preparar os ouvidos ouvindo Gismontipascoal – A música de Egberto e Hermeto, seu segundo disco com Hamilton de Holanda, lançado há pouco. Eles são, hoje, talvez os mais completos músicos do Brasil em seus instrumentos. Mehmari toca um piano que impressiona pela precisão, a delicadeza, a elegância, o colorido, o frescor. Hamilton e seu bandolim de dez cordas (“inventado” por ele) chegam a alturas de qualidade e expressão que superam qualquer outro nome desse instrumento. São brilhantes, e têm a ousadia e a disposição irrefreável dos jovens. É preciso ter muita confiança para, ao homenagear os mestres, postar-se à altura deles,dois de nossos mais complexos, personais e sofisticados compositores. O disco é feliz desde o trocadilho do título, que remete ao primeiro pedaço de terra avistado por Cabral em 1500, no descobrimento do Brasil. Mais do que no primeiro disco da dupla (Contínua Amizade, 2007), piano e bandolim conseguem aqui uma interação que aos meus ouvidos soa perfeita. Mesmo sendo instrumentos tão incomuns para duo, eles se entendem como se tivessem nascido juntos. Não há sobreposições, nenhum aparece mais que o outro, ambos se identificam 100% e isso é o que vale. Seja para músicas mais rápidas, como, de Hermeto, o choro Bebê e a “nordestina” Santo Antônio, e mais lentas, como as de Gismonti Memória e Fado e a reflexiva Fala a Paixão, em que ele participa ao violão. Em temas particularmente “difíceis”, como Intocável (Hermeto) e Frevo (Gismonti), não é diferente. A grande música jorra durante 78 minutos, desde a primeira parceria da dupla, a bela composição que dá título e abre o álbum, repetida ao final com outro arranjo, passando por dois temas deles para os homenageados, até composições mais conhecidas como Palhaço (Gismonti). Música das Nuvens e do Chão, de Hermeto, com a presença do Bruxo fazendo de tudo (percussão na mesa, trombone de boca etc), fecha um disco do tipo raro. A capa tem um desenho do acervo da famíliaPortinari; lançamento do selo Brasilianos. Mas o show no Theatro São Pedro (“Adoro aquele piano”, diz Mehmari) é outra história, não tem bandolim: o jazz-trio, com Zé Alexandre no baixo e Sérgio Reze na bateria, tocando as músicas do inédito disco Afetuoso, que no final de abril eles vão lançar no Japão. Às 21 horas, de 20 a 60 reais, infos 3227-5100.

segunda-feira, março 14

Arte e Agenda - André Mehmari


Arte & Agenda ANO 116 Nº 164 - PORTO ALEGRE, DOMINGO, 13 DE MARÇO DE 2011

Premiado pianista André Mehmari no palco do T.S.P.


O pianista, arranjador e compositor André Mehmari, apontado como um dos mais originais músicos da cena brasileira e premiado tanto na área erudita quanto na popular, se apresentará no Theatro São Pedro (Praça da Matriz, s/n), no próximo dia 30, às 21h. Acompanhado de dois instrumentistas, ele interpretará composições próprias e recriações de clássicos da música popular brasileira.

A versatilidade de André se reflete na sua atuação em diferentes situações. Ele se apresenta nos formatos de trio, com os músicos Sérgio Reze (bateria) e Zé Alexandre (Contrabaixo); piano solo e em duo com as cantoras Mônica Salmaso e Ná Ozzetti; com os instrumentistas Hamilton de Holanda, Gabriele Mirabassi e Dimos Goudaroulis, além de conduzir oficinas e workshops. Já teve suas composições e arranjos tocados por alguns dos mais expressivos grupos orquestrais e de câmara brasileiros. Em sua discografia, reúne cinco CDs e a participação como pianista e arranjador em vários projetos. Em duo com Na Ozzetti, lançou "Piano e Voz", considerado pela crítica uma obra-prima. Recentemente apresentou um programa com composições suas dedicadas a Mozart, com a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo. Em julho de 2006, sua "Suíte de Danças Reais e Imaginárias" foi estreada pela Osesp, na Sala São Paulo, e tocada na abertura oficial do festival de inverno de Campos do Jordão. Ingressos no TSP, a partir de R$ 30,00.
Link para a notícia: http://migre.me/42Kmz

segunda-feira, fevereiro 28

Leandro em Pelotas



Publicação do Jornal ABC de 27 de fevereiro de 2011
Página 21 - ALDEIA por Juarez Fonseca


Um dos mais completos novos compositores do RGS, Leandro Maia (foto) está de volta, depois de dois anos como professor na escola de Música da Universidade de Londrina.
Aprovado em concurso, agora é professor da Universidade Federal de Pelotas – onde sua mulher, Maria, coordena o curso de Dança. “Acho que fixaremos raízes por aqui”, conta, “vamos criar nosso filho Gonçalo, de ano e meio, entre o Laranjal e o Pampa”. A boa maré também está atingindo o trabalho musical de Leandro. Em Londrina, ele se aproximou de André Mehmari, grande compositor e pianista de São Paulo (que se apresentará dia 30 de março no Theatro São Pedro), e passaram a compor juntos.
“O André está preparando seu primeiro disco de canções, tendo como convidados Mônica Salmaso, Ná Ozzetti, Zé Renato, Sérgio Mendes, e eu participo como cantor, violonista e
parceiro dele em três músicas”.
Canções da nova parceria e de outras (com Pedrinho Figueiredo e Fábio Mentz) também estarão no segundo disco de Leandro, que sucederá ao ótimo e premiado Palavreio, de 2008.
Para completar, ele e Mehmari ainda projetam um trabalho em duo. “São novos caminhos que se abrem para mim”, comenta, feliz da vida. Sem falar que em Pelotas ele poderá aproximar-se de Vitor Ramil, pois têm muitos pontos em comum.

Veja a página na íntegra:

http://migre.me/3XQ2H


quarta-feira, fevereiro 9

Lançamento do CD da Radio Buzina

Leandro Maia canta a canção "Palavreio" no show de lançamento do CD da Rádio Buzina, no Salão de Atos da UFRGS em 01/06/2010. Participação de Mário Falcão, Pedrinho Figueiredo e Andrea Cavalheiro.