domingo, fevereiro 21

Os infiltrados ZH e a vida dos outros

Acabo de assistir uma reportagem na Globo News sobre um museu construído para expor os arquivos, prisões, métodos de tortura e espionagem da Stasi - polícia política da Alemanha Oriental. Tem um filme maravilhoso chamado "A Vida dos Outros", que trata sobre este mesmo assunto.

Há algumas semanas fiquei surpreso com uma série de reportagens da ZH intitulada "Os Infiltrados" sobre a atuação dos espiões durante a ditadura militar brasileira, numa tentativa de humanizar espiões e colaboradores do regime militar. A reportagem ocorreu durante toda uma semana. Uma campanha clara contra o Plano Nacional de Direitos Humanos, que prevê a instituição da "Comissão da Verdade", para tratar dos crimes cometidos pelo regime militar. Os ministros militares (Nelson Jobim e turma) fizeram uma celeuma, ameaçaram renunciar, chamaram de "revanchismo" a iniciativa. A série de reportagens da ZH faz coro a estas manifestações.

Na reportagem aparecem nomes como Dilma Roussef, Carlos Araújo, entre outros. O que mais me tocou foi a referência a Olívio Dutra - que foi preso após assembléia dos bancários após denúncia de um pseudo-companheiro que participava das agitações. Um policial disfarçado que participava da direção do Sindicato dos Bancários - importantíssimo na mobilização de trabalhadores contra a ditadura militar e pela democratização. A reportagem é extremamente simpática aos espiões, os "infiltrados", policiais militares cabeludos, barbudos, inseridos entre militantes e estudantes. A ironia é que, na ocasião, mesmo Olívio Dutra sendo preso a greve prosseguiu vitoriosa. Isto foi em 1979 - ano em que eu nasci. Ano da Anistia. A reportagem poderia ter, ao invés de "infiltrados", o nome de "capitães do mato", já que os algozes dos negros eram em geral negros também. Muitos oprimidos da ditadura foram espiões do regime.

Temos muito o que aprender com os alemães. Ninguém os chama de revanchistas. Sabem que direitos humanos são sagrados e que a espionagem política é um atraso.