DOUTORADO

quarta-feira, abril 22

VIOLETA GAINZA

Outro ícone da Educação Musical se chama Violeta Heimsy de Gainza.

Tive o prazer de assisti-la no Fladem México - 2008. Violeta é Presidenta Honorária do Fladem - Foro Latinoamericano de Educación Musical.

Ela inicia a palestra defendendo a música como linguagem e o ensino de música como o ensino de uma língua, ou seja, a partir da prática e do aprendizado de estruturas básicas de "conversação musical", envolvendo muita criação, ou seja, composição e improvisação. Como aprendemos as línguas falando, aprendemos música tocando.

O impressionante é vê-la com seus alunos. Crianças e jovens que tocam plenamente conscientes da estrutura, harmonia e outros elementos. Nesta ocasião, tivemos problemas com a tecnologia, mas a mestra não ficou devendo: trabalhou com alunos presentes no calor da hora. Maravilhosa.

Não é preciso comentar que este video feito por mim é terrível, mas vale o registro e a reverência à mestra.



video

quinta-feira, abril 16

MURRAY SCHAFFER - TRECHOS DA CONFERÊNCIA NO FLADEM MÉXICO 2008

Pessoal,




vou postanto aqui uma série de vídeos (mal gravados, mas é a vida) de uma conferência do Murray Schaffer no último FLADEM - Foro Latinoamericano de Educación Musical, que ocorreu na cidade de Mérida, no México, em Maio do ano passado.





Não fiz legendas, mas o tema é basicamente o livro "Afinação do Mundo". Esta conferência é traduzida pela Presidenta do Fladem prof. Carmen Mendez (Universidad Nacional/Costa Rica).





Vale para ver o Schaffer falando e ver como são pertinentes até hoje as suas colocações.










video






video


Canto e Encanto






Esse blog é uma beleza. Tem o maior acervo de discos infantis brasileiros, além de uma série de dicas ótimas de blogs.


Aliás, foi atualizado e virou página:

http://www.cantosencantos.com/


Vale à pena conferir e divulgar.

quarta-feira, abril 15

Cantos Indígenas


Gente,


para completar o video, uma sugestão de site: http://www.jangadabrasil.com.br/realejo/


É muito bacana para quem quiser trabalhar com folclore e cultura popular. Tem dicionário, partituras e gravações. Acho que tem arquivos midi também. Nesta semana os links principais estão relacionados à cantos indígenas.


Visitem este site. Tem muito material.


Abraço


Leandro


TODO MUNDO BRINCA - SOBRE JOGOS INDÍGENAS

Esta é uma reportagem do Reporter Eco - eu acho.
É um ótimo exemplo de que existem brincadeiras estruturais que perpassam diversas culturas. O "Jogo da Onça" é um excelente exemplo da grande complexidade de alguns jogos e regras indígenas.

Curtam e comentem.

Abraço


video

Educação Musical - UEL - Universidade Estadual de Londrina

Hoje fiz minha estreia no ensino superior junto à Universidade Estadual de Londrina. Aos poucos vou postando no blog alguns materiais, matérias, curiosidades sobre educação musical Coisas que utilizamos nas aulas ou que possam servir como ilustração ou provocação para debater algum assunto.

Não gosto de ficar preso às datas comemorativas - são tantas e chegam tão rápido que corremos o risco de ficar amarrados em função delas. Mas tenho uma predileção pelo dia do índio. A seguir um video sobre o tema "Jogos Indígenas", que baixei do site da cultura: que tem reportagens maravilhosas no programa reporter Eco e outros.

Acho que vai ser uma boa.

Abraço e boa sorte pra nós

Leandro

domingo, abril 5

Zero Hora - 1º de Abril de 2009 - Renato Mendonça comenta o Unimúsica

MÚSICA
De olho na canção
Arnaldo Antunes abre o projeto Unimúsica 2009

Arnaldo Antunes abre a série Cancionistas, do projeto Unimúsica 2009, com um debate, hoje, e um show, amanhã (os ingressos para o show já estão esgotados). Depois dele, a série tem programado até novembro apresentações de Fred Martins, Daniel Drexler, Kristoff Silva, Leandro Maia, Kassin + 2 (com Domenico Lancelotti e Moreno Veloso), Richard Serraria e Lenine. Mas a principal atração será a canção.Essa legião de cancionistas, convocada em lugares tão distantes como Rio, São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Uruguai, terá a tarefa de mostrar que a canção não é apenas uma obra de música popular mais lenta, às vezes romântica, com letra “difícil”. Na definição do músico e pesquisador Luiz Tatit, o cancionista na verdade é um equilibrista, entretido no desafio de fazer letra e melodia se complementarem e se reforçarem, tomando emprestado da fala cotidiana inspiração, inflexões, termos e ritmo. Além de shows, o Unimúsica prevê oficinas com artistas e debates com Carlos Sandroni, Guilherme Wisnik e Francisco Bosco.Um dos exemplos clássicos da integração letra e melodia está em Beatriz, de Chico Buarque e Edu Lobo. Embora Chico negue que tenha tido essa intenção, alguns de seus versos são a mais perfeita tradução do que significa uma canção: uma nota aguda da melodia coincide com “Se ela dança no sétimo céu”, enquanto um tom grave marca “Me ensina a não andar com os pés no chão”. As melodias de Gilberto Gil durante a Tropicália, liquidificando ritmos, pífaros e Beatles, podem ser entendidas como reflexo de uma sociedade que se modernizava rápida e brutalmente. Outro exemplo brilhante é a melodia escura de Sinal Fechado, de Paulinho da Viola, que ilustra o diálogo entre dois amigos engarrafados na vida e na rua.
Os nomes que estarão no palco do Salão de Atos da UFRGS também seguem essa receita – cada um a sua maneira, como devem fazer os cancionistas de verdade. Arnaldo já passeou pelo rock do Titãs e pelo pop dos Tribalistas. Daniel Drexler segue a trilha de seu irmão famoso e oscarizado, Jorge, assumindo que a bossa nova pode conversar com a murga (ritmo carnavalesco uruguaio). Em seu primeiro e ótimo CD, Palavreio, Leandro Maia entremeou canções com poesia. Talvez tudo se resuma aos versos de Samba e Leveza, parceria entre Lenine e Chico Science: “Foi na leveza / Só sentimento / E me entregou suas palavras / Como quem dava um pedaço”.
RENATO MENDONÇA
A PRIMEIRA ETAPA DO PROJETO
Hoje, a partir das 19h – Arnaldo conversa sobre a Canção com o escritor e professor Luís Augusto Fischer no Salão de Atos da UFRGS (Avenida Paulo Gama, 110). A entrada é franca, e a sala estará aberta a partir das 18h.
Amanhã, às 19h – O artista faz show no Salão de Atos da UFRGS. Os ingressos se esgotaram na segunda-feira.

Crítica no Correio Braziliense - por Romualdo Rodrigues - 18/03/2009