domingo, setembro 2

Retorno - mestre da canção

É isso aí, minha gente. Andei meio afastado, encaramujado, desengonçado, esgualepado. Entre o último show - dia 17/06 - e hoje muita coisa rolou:

* ME TORNEI MESTRE!!! Defendi dissertação dia 30/07: Quereres de Caetano: da canção à Canção. Gracias aos meus ilustres orientadores Dr. Luís Augusto Fischer e Dr. Celso Loureiro Chaves. Na banca nada mais, nada menos do que Maria do Carmo Campos - ensaísta, professora e poetisa - e Luiz Tatit - o semiótico da canção, compositor importantíssimo. Não dá pra descrever a experiência aqui. Estou revisando a dissertação e logo ponho no ar pra quem quiser conferir a loucura. Por enquanto, o resumo:

RESUMO





O Quereres, de Caetano Veloso, é a sétima faixa do disco Velô, de 1984. O objetivo desta dissertação é analisar esta obra utilizando instrumentais teóricos provenientes das áreas de música e de letras, considerando-se “Canção” como um gênero próprio que possui interfaces com a literatura e com a música, ao mesmo tempo em que se revela autônomo e de difícil categorização. Este trabalho está organizado a partir do estabelecimento de dois principais pontos de vista analíticos, denominados aqui de Intramelódico-textualidades e Extramelódico-textualidades. O primeiro trata da relação interna dos elementos presentes na canção tais como texto, melodia, ritmo, harmonia, arranjo e interpretação: a conexão, propriamente dita, entre letra e música na produção de um discurso cancional. O segundo, pondera a presença implícita e explícita de elementos externos a O Quereres: sua relação com outras canções, sua relação com outros autores, com a tradição poética luso-brasileira, a presença de elementos intertextuais e a possibilidade de diálogo com elementos da arte, da cultura e do conhecimento suscitados a partir de um atento processo de leitura-escuta. Busca-se, assim, um procedimento analítico que contemple a integridade da obra que conhecemos como “canção”, evitando a separação entre letra e música. Realiza-se, “de viés” uma abordagem que utiliza O Quereres como um ponto chave de recorte na obra de Caetano Veloso, uma lente que nos auxilia a compreender a poética deste compositor que considera a canção como uma forma bastante peculiar de se pensar à moda brasileira.









PALAVRAS-CHAVE: Canção – Análise Musical – Crítica Literária – Caetano VelosoABSTRACT



The song O Quereres, by Caetano Veloso, is the seventh track of the Velô record, of 1984. The objective of this work is to analyze this piece using theoretical instruments that partake from the areas of music and letters. It considers “song” as a proper genre with interrelations between literature and music, while at the same time demonstrating autonomous and difficult aspects. This work is organized on the establishment of two main analytical points of view, called here intermelodic textualities and extramelodic textualities. The former argues for the internal relation of the elements included in the song such as text, melody, rhythm, harmony, arrangement and interpretation, and the connection between text and music in the production of a “song” speech. The latter ponders on the implicit and explicit presence of external elements in O Quereres, its relation to other songs, other authors, and to the luso-Brazilian poetical tradition, as well as the presence of intertextual elements and the possibility of dialogue within elements of art, culture and knowledge in a reading-listening process. The aim of this project was to formulate an analytical procedure that will respect the integrity of the work of art known as “song”, preventing the separation of its elements between text and music. In this work, the song O Quereres is used as a means of understanding the poetics of Caetano Veloso, who considers the song as a peculiar form of the Brazilian way thinking.









KEY-WORDS: Song – Musical Analysis – Literacy Criticism – Caetano Veloso

Nenhum comentário: