quinta-feira, junho 9

#24horasdeNico - Nico Nicolayewski

#24HorasdeNico




Estou longe, como alguns sabem, estudando minhas doutoranças. Estes tempos, num seminário de musicologia intercultural me dei conta de um troço que quase me fez mudar todo o meu projeto. Não pude seguir em frente, por razões óbivas, mas compartilho o insight aqui e torço para que possamos refletir neste sentido.

Sou desde muito baita fã do Nico Nicolayewski. Talvez por isso não tenha tido a coragem de ousar me aproximar ou demonstrar minha fanzisse abertamente. É um tipo de fanzisse muito particular, quando o fã se identifica na obra, na forma, nos projetos poéticos.

Meu disco preferido na infância era o disco do Saracura, junto com o dos Almôndegas. Aquilo bateu muito forte em mim. Ali, um núcleo dos mais espetaculares que Porto Alegre/RS produziu: Nico, Barbará, Silvio Marques, Pezão e letras humoradas do Levitan. Acho que o Cláudio Levitan é peça chave nesta história. Considero o Cláudio Levitan o grande compositor de Porto Alegre, com a devida vênia a todos os grandes que temos. O Hique Gomez é um artista que admiro demais também e se encaixa nesta categoria grandiosa.

Qual é a tese: acho que existe um poderoso elemento judaico/hebraico/iídiche que marca a vida cultural de Porto Alegre e, sobretudo, o humor. Me dei conta disto num seminário sobre Klezmer. É um ritmo dançante, maravilhoso, virtuosístico, festivo. É a alma do Tangos e Tragédias em seu duo de Acordeom e Violino. A Sbórnia é a maior invenção da literatura gaúcha (não tenho autoridade para afirmar isso, mas vale a frase de impacto).

A Sbórnia me parece algo que só é possível por essa cultura errante, dos deslocamentos, das diásporas, do estranhamento, um pertencer e não pertencer. A Sbórnia é gaudéria, irreverente, é campo neutral, é judaica, é um lugar não-lugar. Um mortal que não conheça os deslocamentos, a arte do riso e a necessidade de fuga não conceberia a Sbórnia. Essa concretude absurda da Sbórnia revela nosso próprio mito de origem. Ou alguém duvida que Nico esteja na Sbórnia?




#24HorasdeNico

PS: Aqui um tema em parceria com Thiago Colombo de Freitas, de declarada inspiração Sborniana e Klemérica: https://soundcloud.com/mandinho/10-10-n-o-consigo-segurar #24horasdeNico

Nenhum comentário: